sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Enviesada

Um dia desses quase procurei;
ia dar de cara, fingir um acaso inventado e fazer cara de indiferente.
Às vezes me dá um isso meio louco, que me atormenta a cabeça e me canta poesias passadas — trocadas.
Fico feito o mordomo silencioso, escutando atrás das portas, ávido por notícias.
Terá esquecido mesmo?
De mim eu sei (às vezes): finjo que esqueço mas é só pra ser difícil.
Deixo aqui o recado, que é pra não causar surpresa, (não sou dessas):
Te prepara que qualquer dia não apareço mais.

L. S. Dias

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

The only exception



"Talvez eu saiba, em algum lugar, no fundo da alma, que o amor nunca dura. E temos que arranjar outros meios de seguir em frente sozinhos ou ficar com uma cara boa..."

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

XIII